pacer

PACER | REVIEW

A ALTA OCTANAGEM FUTURISTA ESTÁ DE VOLTA

O game é o sucessor espiritual de Wipeout e F-Zero.

Se você tem menos de 30 anos, talvez não conheça os games mencionados na linha anterior. Eles fazem parte de um estilo de corrida único, a dos veículos antigravitacionais. Este gênero, que estava em baixa nos últimos anos, está de volta, e nas mãos da R8 Games temos um interessante game de corrida futurista com veículos capazes de atingir velocidades extremas. Bem vindos ao PACER.

VEÍCULOS ANTIGRAVITACIONAIS

COMO ASSIM, ANTIGRAVITACIONAIS???

Assim como F-Zero (SNES) e o saudoso Wipeout (PlayStation), você pode pilotar um veículo que lembra uma pequena nave para apenas 01 tripulante, mas, apesar disso, ela não voa, pelo menos não no céu. Mas voa baixo em pistas ao redor de todo o globo. Essas pistas possuem, como direi, uma membrana de energia, que mantém esses veículos a uma certa distância do solo. Imagine dois imâs, se tentarmos grudar um ao outro pelo mesmo polo, não conseguimos, pois pela força de repulsão, eles acabam se repelindo.

Além do tradicional modo carreira, com diversos desafios que vão testar as suas habilidades como piloto, temos vários outros modos de corrida:

Volta de Velocidade: Você vai percorrer um determinado número de voltas na pista em busca da volta mais rápida. Mesmo que você já tenha terminado a sua corrida e conquistado o primeiro lugar, outro piloto que ainda está na prova pode bater o seu tempo na última volta dele e te vencer; (alguém ouviu Hamilton???)

Destruição: O objetivo aqui é realizar um número determinado de abates para vencer. O primeiro piloto que atingir a meta de abates vence; (sofri um pouco nestre modo)

Eliminação: Durante a corrida, o último colocado é eliminado conforme o tempo passa. Para vencer você precisa se manter na liderança até ser o último piloto disponível; (curti bastante este modo)

Resistência: O objetivo aqui é simples, não morra. Se for abatido uma única vez, está fora;

Tempestade: Esse aqui é complicado. Corra para se manter dentro de um campo de força contra a tempestade para que seu veículo não estraçalhe. Não deixe os adversários tomarem seu espaço; (tensão total neste)

Flowmentum: Você corre sozinho na pista, e ao passar pelos portais, a sua velocidade vai aumentando de forma gradual, deixando a prova cada vez mais dificil;

RESISTENCIA

MAIS VELOZES E MAIS PERIGOSOS

Temos a disposição inicialmente 5 veículos bem distintos visualmente, todos com suas próprias características e status. Você pode mudar ambas com novos equipamentos, tanto em relação ao desempenho, quanto ao seu poder de fogo. E por falar nisso, cada nave pode usar 2 armas, sejam elas ofensivas ou defensivas, e cada arma pode ter até duas modificações, que obviamente alteram as suas funcionalidades.

Mas nada disso vem de graça. Os equipamentos custam créditos, que são ganhos com seus resultados nas pistas. E as pistas, que são desbloquedas com o seu progresso no modo carreira, tambérm podem ser liberadas com créditos, caso deseje.

JOGANDO NO PC

Seguem os requisitos para poder jogar o PACER no PC:

Mínimos:
Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
SO: Windows 7 64bit
Processador: Intel Core i5 2.7GHz / AMD A10-5700 OR FX-6300
Memória: 8 GB de RAM
Placa de vídeo: Nvidia Geforce 740 / R7 260
DirectX: Versão 10
Armazenamento: 17 GB de espaço disponível

Recomendados:
Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
SO: Windows 10 64bit
Processador: Intel Core i5 4000-series 3.5Ghz / AMD 8350
Memória: 16 GB de RAM
Placa de vídeo: NVidia 970 / R9 290
DirectX: Versão 11
Armazenamento: 17 GB de espaço disponível

Foi usado o seguinte SETUP para jogar PACER:
Processador: Intel Core i5-4690 @ 3.6Ghz
Placa de Video: Nvidia MSI-GTX 980Ti – 6G GDDR5
Memória: 16G CORSAIR DDR 3 – 1866Mhz
Armazenamento – SEAGATE ST3000DM008-2DM166 – 3 TERAS a 7200RPM
Versão do Directx/Api Gráfica: 11
Monitor: LG 29WK600W ULTRA WIDE – 75Mhz

PERFORMANCE

O game setou tudo no MUITO ALTO e se portou de maneira estável a 75FPS.
Testei colocando tudo no ULTRA e não senti diferença na jogabilidade.
Ele se mantém fluído e estável, coisa imprescindível neste tipo de game.

GAMEPLAY

A jogabilidade de PACER é desafiante. Temos quatro categorias que elevam de forma exponencial a experiência e a dificuldade do jogo. Você vai levar tempo e vai ter que praticar muito se quiser dominar sua nave, principalmente nas categorias F1000 e ELITE, as mais velozes.

As categorias F1000 e ELITE quebram com certa facilidade a barreira dos 1000km/h, o que dá uma bela dose de adrenalina e uma boa dificuldade para correr, causando até mais dano ao bater nas barreiras da pista do que com os ataques dos outros corredores.

O segredo aqui é saber usar o L2 e o R2 para fazer as curvas, pois eles abrem os flaps dos veículos, isso ajuda muito em curvas mais fechadas ou mesmo para desviar de obstáculos e fazer ultrapassagens. Pressione ambos ao mesmo tempo caso precise frear…

Você também tem um turbo manual, que se recarrega sozinho, icones na pista de speed, munição e escudo, que aumentam sua velocidade temporariamante, lhe cedem armamentos para usar e recuperam seu escudo, respectivamente. Acredite em mim, não tente decorar onde eles estão, pois você sempre vai errar na tentativa de pegar, isso tem que ser instintivo. (quem já jogou games dessa categoria sabe o que estou dizendo)

Um fato que precisa ser verificado é a questão da curva de aprendizado, eu achei ela um tanto quanto lenta. Você vai sofrer um pouco para poder segurar essas naves a ponto de quase não bater nas barreiras laterias, que diminuem a sua velocidade, seu escudo e também pode te frustrar em determinadas corridas devido a não ter alcançado o objetivo proposto, forçando-o a fazer mais de duas ou três vezes a mesma corrida para poder avançar no modo carreira.

Outra coisa que pode não agradar a todos é a questão das muitas modificações possiveis de se fazer nas naves, pois mesmo tendo configurações pré-definidas, talvez seja necessário você mexer em partes específicas para poder avançar no game, e como sabemos tem gente que não gosta disso.

O dano das armas está muito baixo, se compararmos com Wipeout, e eu tambéma achei os menus um pouco confusos no começo, eles não são tão intuitivos assim.

MULTIPLAYER

MULTIPLAYER

Você pode entrar em partidas online, ou criar o seu próprio saguão, onde até 10 pilotos podem se juntar para corridas eletrizantes.
Você também pode entrar para assistir, a partir da visão de qualquer piloto ou mesmo pela visão panorâmica da pista.
Todos os modos de gameplay com todas as suas variações já estão disponíveis no modo on-line.
O game não possui multiplayer local.

VISUAL

PACER visualmente é estonteante, pois temos várias pistas ao redor do planeta, com uma ambientação underground e futurista, com um toque meio cyberpunk. Onde ao mesmo tempo homenageia diversos temas da cultura pop de uma forma geral e isso é visualmente muito bem colocado, onde posso citar como exemplo aqui o cosmódromo na Rússia e a gigantesca favela em El Muro.

É possível correr também durante a noite, onde os visuais ganham uma beleza extra.

VISUAL

AUDIO

As músicas são em sua maioria compostas por techno e dubstep. Tenho que adimitir aqui que parei para prestar atenção nas músicas devido à necessidade de falar sobre o assunto aqui. As corridas começam mais silenciosas e as músicas vão surgindo de acordo com a sua evolução nelas.
Mas sendo sincero, você vai estar tão concentrado no veículo a sua frente, a mais de 400Kmh, esperando o próximo boost de arma ou mesmo de speed, que as músicas serão as últimas coisas a se atentar. No demais, os sons do jogo agradam à proposta ao qual o game foi criado.

Um adendo para quem pretende stremar, ou mesmo gravar um vídeo de PACER para as plataformas digitais.

Certas músicas não podem ser usadas no stream e/ou gravação devido a direitos autorias, mesmo que elas estejam sendo geradas a partir do game.

Não se preocupe, pois existem cerca de 80 músicas no game.

Para sanar este caso caso, basta entrar nas configurações e desligar as musicas relacionadas abaixo:

ATENÇÃO – ESSAS MÚSICAS NÃO PODEM SER USADAS NO STREAM E/OU GRAVAÇÃO
  • Dub FX Birds and the Bees
  • Dub FX Where I Belong
  • Dub FX Gaze – Phase Remix
  • Dub FX Flow – BCee & Villem Remix
  • Dub FX Concord – Gaudi Remix
  • Dub FX Please – Dilemn Remix
  • Akira Complex Foresight MKII
  • Kaya Project Nazreh Mili (Nasha Experience Remix)
  • Squarepusher Exjang Nives
  • Squarepusher Kwang Bass
  • Jackson & HCB Blood Bust
  • Jackson & HCB Arp #1
  • LFO Butterslut
  • LFO Freak
  • Plaid Maru
  • Lorenzo Senni Win In The Flat World
  • Clark Unfurla
  • Autechre Laughing Quarter
  • B12 Cymetry
  • Rhythm Inventions Inventures In Wonderland

VEREDITO

VEREDITO

PACER é um jogo fantástico. Ele não reinventa nenhum conceito, porém eleva os mesmos para o próximo nível.
A sensação de velocidade é excelente, e realmente é bem difícil de controlar os veículos no início, porém com um pouco de treino e habilidade você estará chegando a mais de 1000Kmh.
Ele é um game arcade, então divirta-se com seu amigos em pegas alucinantes, principalmente à noite.
PACER é um título descompromissado, que tem visuais belíssimos e uma proposta de ação super veloz e intensa.
Um título que vai agradar os fãs do gênero, com toda a certeza.

PACER já está disponível para as plataformas PLaystation 4, Xbox One e PC (Steam).

NOTA
Gostaríamos de agradecer à Acessoria de Imprensa da R8 Games, que nos cedeu gentilmente uma cópia do game PACER para esta análise.

Prós
  • Visuais muito bonitos;
  • Legendas em português-Br;
  • Modos de jogo bem diversificados;
  • Alta customização das naves, seja em performance ou visual;
  • Não é difícil conseguir créditos para o desbloqueio dos itens e pistas;
Contras
  • Não tem multiplayer local;
  • Curva de aprendizado muito longa;
  • Menus com a navegação um tanto confusa;
  • A dificuldade atual pode afugentar jogadores iniciantes/casuais;